Proposta do governo é um descalabro: impeachement já!

Seguem abaixo as informações sobre a proposta do GOVERNO RICHA – indecorosa quanto ao tratamento dos servidores do ensino público do PARANÁ

Segundo o site da APP Sindicato

Mais um massacre! O governo do Estado resolveu pagar as dívidas de quatro anos de má gestão no Paraná com o suor e o trabalho dos(as) servidores(as) e da população paranaense. Beto Richa acumulou dívidas de mais de R$ 3 bilhões nos últimos anos e quebrou o Paraná. Desde novembro mira no povo e nos(as) trabalhadores(as), principalmente educadores(as), para conseguir recursos e pagar o resultado da incompetência de seu governo. E na manhã de hoje (27), o deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli, líder do governo estadual na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), ligou para a direção da APP-Sindicato e informou que o governo já tem uma proposta. Na avaliação da entidade, é uma proposta imoral.

Após quebrar o Paraná, a proposta de reposição que ele pensou foi a seguinte: mudar a data-base da categoria e conceder uma reposição pífia de 3,45%, referente à inflação de 2014 (de maio a dezembro), em três parcelas (em setembro, outubro e novembro de 2015). A inflação de 2015 seria paga (seria, porque não dá para confiar na palavra de Beto Richa) em parcela única no mês de janeiro de 2016, com a antecipação da data-base. Segundo levantamentos da direção da APP, para dar conta da dívida bilionária, 77% do aumento na receita do Estado virá do sequestro que o governo já está fazendo da previdência, que totaliza cerca de R$ 1,6 bilhão em um ano. O restante vem do aumento dos impostos e tarifas como água, luz, e IPVA.

A tal ‘proposta’ foi uma das apresentadas, ontem, por deputados da base aliada na Assembleia Legislativa e foi acatada pelo governo, que deverá enviar o projeto para a Alep sem debate com as categorias. Com a medida, cada servidor irá perder, ao longo do ano, o equivalente a metade de um salário atual. Uma professora que recebe R$ 1.300,00 por mês perderá, ao final de 2015, cerca de R$ 650,00. “A APP não concorda com a proposta. A defesa da entidade e dos demais sindicatos de servidores continua de reposição da inflação do período, que é 8,17%, em parcela única”, ressaltou o presidente da entidade, professor Hermes da Silva Leão.

Entenda a proposta indecente:

:: Pagar 3,45% de reposição, parcelado em três vezes: setembro, outubro e novembro de 2015.
:: Pagaria a data-base relativa a 2015, em janeiro de 2016. A previsão é de 8,5%.
:: Mudará permanentemente a data-base de maio de cada ano, para janeiro de cada ano.
:: A proposta deve ser aprovada pela base governista na Assembleia Legislativa e resultará em massiva perda salarial.

FONTE: http://www.appsindicato.org.br/Include/Paginas/noticia.aspx?id=11428

Anúncios

Sobre Estudo da Cor

Esta versão foi desenvolvida para atender às necessidades de capacitação e atualização de docentes, discentes e profissionais de artes visuais sobre o estudo da cor ao considerar lacunas encontradas no ensino da arte neste campo de conhecimento. Ainda, trata-se de um projeto de investigação, atualização e revisão do estudo da cor.
Esse post foi publicado em Agenda, governo do paraná, greve e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s